Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Prémio de Poesia Joaquim Pessoa



imagem

 

O Prémio de Poesia Joaquim Pessoa surge de uma parceria entre a Câmara Municipal e a Editora Edições Esgotadas, no âmbito das comemorações dos 40 anos de atividade literária do poeta, e destina-se a galardoar, bienalmente, uma obra de poesia escrita em língua portuguesa (inédita). A apresentação pública do Prémio de Poesia Joaquim Pessoa realizou-se a 17 de dezembro de 2015, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira.

José Pedro Alves Moreira foi o vencedor do 1º Prémio de Poesia Joaquim Pessoa, com a obra "A Memória e a Matéria", e sob o pseudónimo Sousa Alves. O júri decidiu ainda atribuir uma Menção Honrosa à obra "Gramática do Assombro", a Nuno Garcia Lopes (pseudónimo: Miguel de Évora Brandão).

Entre 21 de março e 23 de abril de 2018, decorre o prazo de candidatura para a segunda edição do Prémio de Poesia Joaquim Pessoa. O valor do prémio é de 5 000 euros, atribuído pela Câmara da Moita, cabendo à Editora Edições Esgotadas a publicação da obra vencedora.

Foi intenção da autarquia associar este prémio ao poeta, artista plástico e publicitário Joaquim Pessoa, por ser uma figura ligada aos concelhos da Moita e Barreiro, reconhecida a nível nacional. A criação deste prémio vai ao encontro de um dos grandes objetivos do Município da Moita: oferecer cada vez mais estímulos de produção, criação e difusão cultural, nomeadamente, à criação literária.

 

NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

 

Quem é Joaquim Pessoa?

Joaquim Pessoa nasceu no Barreiro em 1948.
Iniciou a sua carreira no Suplemento Literário Juvenil do Diário de Lisboa.
O primeiro livro de Joaquim Pessoa foi editado em 1975 e, até hoje, publicou mais de trinta obras, incluindo seis antologias. Foram-lhe atribuídos os prémios literários da Associação Portuguesa de Escritores e da Secretaria de Estado da Cultura (Prémio de Poesia de 1981), o Prémio de Literatura António Nobre e o Prémio Cidade de Almada.
Poeta, publicitário e pintor, é uma das vozes mais destacadas da poesia portuguesa do pós 25 de Abril, sendo o amor e a denúncia social uma constante nas suas obras.

Município da Moita © 2015 | Todos os direitos reservados