Municípios da Moita e Pasaia celebram protocolo para divulgação do património fluvial

Img 2748 1 1024 2500
2020/03/10

Uma comitiva do Município de Pasaia (País Basco), composta pela Alcaldesa Izaskun Gómez, Lore Suárez, Primera Teniente Alcalde de Pasaia, e Xavier Agote, presidente da Associação Albaola e Diretor de Pasaia Itsas Festibala, visitou o concelho da Moita nos dias 6, 7 e 8 de março, ocasião em que foi assinado um protocolo de parceria no âmbito da participação do Município da Moita no Festival Maritimo de Pasaia, um encontro de embarcações tradicionais, que decorre de 28 de maio a 1 de junho. Na mesma ocasião foi inaugurada a exposição permanente de painéis interpretativos localizada junto ao Cais da Moita.

“O Município de Pasaia é um município que tem uma história ligada à construção naval e à navegação. Descobrimos esta relação mutuamente no ano passado, percebemos que há muito em comum entre os nossos dois municípios na vontade de preservarmos estas tradições e de promovermos o nosso território”, afirmou o presidente da Câmara Municipal da Moita, Rui Garcia, durante a apresentação desta parceria.

Recorde-se que, na sequência da participação da Associação Basca Albaola e de representantes do Município de Pasaia no IV Encontro de Culturas Ribeirinhas, realizado em outubro, no concelho da Moita, a Câmara Municipal da Moita foi convidada a visitar aquela localidade basca e a conhecer o importante trabalho ali realizado na preservação do património naval, bem como o trabalho preparatório do Festival Marítimo de Pasaia que, em 2020, terá Portugal como país convidado. No âmbito da parceria entre os dois municípios, o concelho da Moita será o convidado português no Festival Marítimo de Pasaia.

“É uma honra e um privilégio termos sido convidados. É um sinal que o trabalho que estamos a desenvolver de promoção da nossa cultura ribeirinha, está a ser reconhecido, estamos já a conseguir sair dos limites do nosso concelho e a chegar mais longe”, salientou o autarca.

O protocolo firmado entre os dois municípios, numa cerimónia pública realizada a 7 de março no Salão Nobre, estabelece os termos da participação do Município no festival. “Vamos ter em Pasaia uma delegação que mostre aquilo que e a nossa cultura, as nossas tradições e as nossas embarcações. Vamos levar algumas canoas e catraios e Portugal estará bem representado no País Basco. Estamos também a desenvolver contactos com outros municípios para que possam também acompanhar-nos, com uma mostra de outras culturas ribeirinhas e marítimas de Portugal,” afirmou Rui Garcia, salientando que há um investimento por parte de Pasaia para que o nosso município possa ter uma participação maior, além do investimento que fará o município da Moita”.

A Alcaldesa de Pasaia, Izaskun Gómez, destacou, na sua intervenção “o enorme trabalho” que o Município da Moita “desenvolve em torno da preservação do património”, assim como “os laços que existem entre o povo basco e o povo português”. “É um enorme prazer contarmos com a vossa participação na segunda edição do nosso festival”, sublinhando o enriquecimento que “a cultura, património, gastronomia e música” portuguesas trarão ao evento.

Cais da Moita é novo museu vivo

Um conjunto de cinco painéis interpretativos foi instalado junto ao novo Ancoradouro da Moita, mais uma ação do Município no âmbito do trabalho que tem vindo a desenvolver na divulgação, valorização e preservação do património ligado ao Tejo e às embarcações tradicionais. Durante a apresentação pública destes painéis, que decorreu no dia 7 de março, o presidente da Câmara Municipal da Moita afirmou que o Cais da Moita “é um museu vivo, com embarcações históricas e, como em qualquer museu, precisamos de uma explicação escrita do que aqui se pode ver”.

Os painéis incluem um conjunto de textos e imagens sobre o “Cais da Moita”, o “Varino O Boa Viagem”, “O Tejo e as Embarcações”, o “Bote”, a “Canoa”, o “Catraio”, o “Varino”, os “Estaleiros Navais”, as Associações Náuticas e o projeto “Moita Património do Tejo”.

“Este é mais um elemento de atratividade ao nosso concelho”, referiu Rui Garcia, salientando o empenho do Município em “colaborar com outros agentes da terra para ir criando uma oferta turística que faça com que mais visitantes venham à Moita".

img_2809

Município da Moita © 2015 | Todos os direitos reservados