Educação e Sensibilização Ambiental

  • Biofesta – Mostra de Projectos e Produtos Biológicos

    Biofesta_1_1_750_2500     Biofesta_2_1_750_2500     Biofesta_3_1_750_2500

    Considerando a relevância actual da produção em modo biológico e seus benefícios para a saúde e o ambiente, a Câmara Municipal da Moita e o Centro de Formação das Escolas dos Concelhos do Barreiro e Moita organizam todos os anos a BIOFESTA, normalmente integrada no programa da Feira de Maio, na Vila da Moita.

    A Biofesta é um evento que decorre em ambiente informal e descontraído e onde são divulgados os projectos das hortas escolares, os produtos hortícolas de micro-produtores locais, e comercializados produtos biológicos diversos, sendo também divulgadas organizações de âmbito local, nacional e mesmo internacional.

  • Campanha “Todos Juntos por um Melhor Ambiente”

    logo_campanha_1_1024_2500_1_750_2500

    A Campanha de Sensibilização Ambiental “Todos Juntos Por Um Melhor Ambiente”, dinamizada pela Câmara Municipal de Moita, é já uma Marca Nacional, atribuída pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial.

    “Todos Juntos Por Um Melhor Ambiente” foi o slogan escolhido pela autarquia para uma campanha de sensibilização ambiental, lançada em 2018, que comporta vários momentos e abrange várias temáticas ambientais:

    folheto-1     eu separo e tu     todos juntos     também faz isto em casa      oleao    e agora o meu dono vai apanhar multa

    A sua colaboração é essencial: “Todos Juntos Por Um Melhor Ambiente!”
    Fique atento!

  • Educação Ambiental Dirigida ao Público Escolar 

    ATIVIDADES

    A Câmara Municipal tem-se empenhado na promoção e desenvolvimento de atividades de educação e sensibilização ambiental, bem como no apoio a ações e projetos promovidos por organizações diversas, incluindo associações de defesa do ambiente.

    • Agricultura Biológica e Compostagem nas Escolas

    Agricultura escolas

    Desde 1999 que o Município dinamiza o projeto “Agricultura Biológica e Compostagem nas Escolas” junto das escolas básicas e jardins-de-infância do concelho. Este projeto desenvolve-se ao longo de todo o ano letivo e inclui um conjunto de visitas formativas, bem como apoio material e logístico às hortas escolares, geralmente complementado por uma ação de formação destinada aos docentes envolvidos.

     

    • Sessões Temáticas de Educação Ambiental

    IMG_1601

    Dinamizadas de janeiro a junho nas instalações do Centro de Educação e Sensibilização Ambiental, estas sessões destinam-se a turmas do 1º Ciclo do Ensino Básico, recorrendo a meios audiovisuais e atividades práticas. O objetivo consiste em sensibilizar o público escolar para temas ambientais, quer numa dimensão global quer na sua incidência local, procurando contribuir para alterar atitudes e comportamentos. As deslocações das turmas são feitas em autocarro municipal e os temas apresentados nas sessões são variados: Água - Fonte de vida, recurso a proteger; A Árvore e a Floresta; Resíduos: reduzir, reutilizar e reciclar; Energia e alterações climáticas; Biodiversidade: proteger a natureza perto de nós e em todo o planeta.

     

    • Projecto Eco-Escolas

    es_logo_high_res-300x295

    A Câmara Municipal apoia o projeto Eco-Escolas, uma iniciativa europeia promovida em Portugal pela ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa, que visa envolver as escolas num trabalho anual em prol do ambiente, sobretudo no espaço escolar. Abordando de forma integrada temas como a água, a energia, os resíduos, entre outros, pretende-se que os alunos e restante comunidade escolar vão aprendendo e implementando boas práticas no espaço escolar e no seu dia-a-dia, criando e assumindo também um Eco-Código, ou declaração de compromisso. No final de cada ano letivo, as escolas candidatam-se ao Galardão Eco-Escolas atribuído pela Associação Bandeira Azul da Europa, podendo ser distinguidas mediante o trabalho que tenham realizado. O Município dá apoio no processo de inscrição, integra o Conselho Eco-Escola, presta orientações técnicas e, sempre que possível, fornece algum apoio logístico e material. https://ecoescolas.abae.pt/

     

    • Dia Mundial do Ambiente

    AMBIENTE Visita ao Sítio das Marinhas

    O Município procura assinalar em cada ano o Dia Mundial do Ambiente, dia 5 de Junho, com atividades focando temas diversos, frequentemente em parceria com as juntas de freguesia, com o objetivo de promover a consciencialização e a mudança de comportamentos da população em relação a áreas-chave do meio ambiente, nomeadamente o bom uso da água e energia, a redução e separação dos resíduos, o conhecimento e preservação da biodiversidade, das árvores do espaço urbano e dos valores ecológicos da zona ribeirinha do Concelho.

  • Mãos à Horta

    M_os___Horta_1_1_750_2500     Mãos à Horta 2

    Em 2002 a Câmara Municipal da Moita deu início ao projecto “Mãos à Horta”, iniciativa que consiste num pequeno curso de tempos livres, destinado a um novo público-alvo: os munícipes que disponham de terreno no Concelho, com disponibilidade de água e algumas alfaias. Tem-se registado grande interesse e adesão, com participantes de várias faixas etárias e provindo das mais diversas ocupações. Pela sua abordagem inovadora, esta actividade mereceu uma menção honrosa no âmbito do Prémio Nacional do Ambiente, atribuído pela Confederação das Associações de Defesa do Ambiente.

    O curso tem uma componente teórica em sala e uma vertente prática numa horta experimental, funcionando com cerca de 20 formandos. Das técnicas de agricultura biológica abordadas, destacam-se a compostagem de resíduos orgânicos; a rotação; as consociações, a cobertura do solo, a aplicação de adubos verdes e a limitação natural e luta biológica.

    A criação de hortas biológicas em quintais sobretudo nas zonas peri-urbanas, pode constituir-se como uma contribuição para a sustentabilidade local, pela não utilização de químicos e pesticidas, pelo processo de compostagem, que permite a absorção local de parte substancial de resíduos orgânicos domésticos e pela criação de suas sebes vivas que promovem a diversidade biológica. O domínio das práticas básicas do cultivo de vegetais permite ainda uma ligação fundamental das pessoas à terra, bem como conhecimentos de sobrevivência. Além disso a horticultura é também um modo interessante e útil de aproveitamento de tempos livres. Através do “Mãos à Horta” transmitem-se ainda, e tal como no projecto junto das escolas, conceitos importantes de desenvolvimento sustentável e princípios de vida saudável e ecológica.

    O curso tem normalmente início em Abril de cada ano. Pode inscrever-se obtendo um folheto com a respectiva ficha de inscrição em qualquer balcão de atendimento da Câmara Municipal ou Juntas de Freguesia.

Município da Moita © 2015 | Todos os direitos reservados