Conheça as plantas invasoras existentes no concelho

56e2f804a64bd 1  1 1024 2500
2020/10/21

Decorreu, de 10 a 18 de outubro, a 1ª Semana Nacional sobre Espécies Invasoras que teve como objetivo aumentar a sensibilização sobre as invasões biológicas a nível nacional, dado que são cada vez mais as áreas ocupadas pelas plantas invasoras.

À semelhança do que acontece um pouco por todo o território português, também no concelho da Moita existem algumas espécies de plantas consideradas invasoras. Entre elas, destacam-se a Cana-comum (Arundo Donax), a Avoadinha (ex: Conyza canadensis), o Chorão-da-praia (Carpobrotus edulis), a Erva-das-Pampas (Cortaderia selloana) e a Bons-dias (Ipomoea indica).

Muitas das plantas que nos rodeiam foram trazidas do seu habitat natural, noutras regiões do mundo, pelo que são denominadas plantas exóticas. Algumas destas espécies coexistem com as espécies nativas de forma equilibrada, mas outras há que se desenvolvem muito rapidamente e escapam ao controlo, tornando-se nocivas – estas são as designadas “espécies invasoras”. Estas espécies caracterizam-se por se reproduzirem de forma autónoma, rápida e numerosa, contribuindo para o desequilíbrio dos sistemas ecológicos, o que representa uma ameaça para a biodiversidade e, em algumas situações, até para a saúde pública ou para a adequada manutenção do espaço público (como é o caso da proliferação da Avoadinha nos passeios, nos últimos anos). O Decreto-Lei nº 92/2019, de 10 de julho, estabelece o regime jurídico aplicável ao controlo, à detenção, à introdução na natureza e ao repovoamento de espécies exóticas de flora e fauna.

Todos podemos ter um papel ativo no reconhecimento e mapeamento destas espécies, contribuindo também para evitar a sua propagação. Aprenda a reconhecer e a combater as plantas invasoras. Consulte: https://www.invasoras.pt

Cana-comum
Erva-das-Pampas
Chorão-da-praia
Bons-dias
Conyza_canadensis__Horseweed_

Município da Moita © 2015 | Todos os direitos reservados